O que é Turnover e como calcular corretamente?

O Turnover de uma empresa está diretamente ligado à taxa de rotatividade da mesma. Quanto menor a taxa de rotatividade, menor é o Turnover, e vice-versa.

O que se espera em uma empresa saudável é que o Turnover seja um indicador com números baixos. Pois uma baixa rotatividade de pessoas significa que há uma boa retenção de talentos. Ou seja, significa que existem colaboradores motivados na empresa.

Você sabe o que é como calcular o Turnover de uma empresa? E sabe o que fazer para manter esse número baixo?

 


Você  vai ver nesse Post:


 

O que é turnover?

Turnover é a métrica da empresa que indica a rotatividade de colaboradores. Essa métrica é baseada na quantidade de pessoas que são contratadas e na quantidade de pessoas que são desligadas da empresa.

a rotatividade de colaboradores pode demonstrar coisas bem importantes, por exemplo:

  • se as condições de trabalho são favoráveis ou não;
  • se os colaboradores estão satisfeitos;
  • a existência de uma boa liderança;
  • se os salários ou os benefícios estão condizentes com o resto do mercado;
  • a qualidade do processo seletivo realizado na empresa;
  • se o clima organizacional da empresa é bom.

É claro que esse indicador não vai mostrar exatamente a resposta dessas perguntas. Assim como não vai mostrar qual é a real causa do problema em relação à rotatividade.

Mas, a partir desse indicador, a pessoa responsável pode analisar se existe ou não algum problema e, caso exista, procurar entender a fundo a origem dele para que possa ser resolvido e a empresa consiga reter mais talentos.

Resumindo, o Turnover é como uma ferramenta que pode ser utilizada para medir, analisar e tomar medidas para favorecer o engajamento e até a produtividade dos funcionários de empresas.

escalonar

Como calcular o turnover de uma empresa?

Para calcular o Turnover é preciso considerar tanto as entradas (número de contratações) da empresa, quanto as saídas (número de desligamentos). Além desses dados, você também vai precisar saber qual é o número total de colaboradores.

Lembrando que o cálculo pode ser feito para a empresa em geral ou você pode separar por departamentos, equipes, filiais, etc.

Cálculo geral

Para calcular o turnover geral, basta somar o número de admissões da empresa com o número de demissões ou desligamentos, depois dividir o resultado por dois para encontrar a média. Após isso, é só dividir o número que você encontrar pela quantidade de funcionários total da empresa.

A fórmula para esse cálculo é a seguinte:

[ ( Nº de Admissões + Nº de desligamentos ) ÷ 2 ] ÷ Nº total de Funcionários

O resultado do turnover geral é considerado muito mais quantitativo do que qualitativo. Isso quer dizer que não há muito o que analisar que te traga algum insight sobre o que melhorar na empresa, ou como melhorar.

Por exemplo, você não saberá dizer se o problema está no processo seletivo ou no clima organizacional. O máximo que você pode analisar é se a taxa de rotatividade geral da empresa está alta ou baixa.

Para saber se está dentro da média, você pode comparar os índices da sua empresa com o índice no Brasil de turnover.

Cálculo de desligados

Se você quer medir a eficiência na retenção de talentos, talvez não seja o melhor caminho somar os funcionários admitidos na hora de calcular o turnover. Principalmente se a sua empresa tem crescido muito, e o número de admissões é muito alto todos os meses.

Para otimizar mais ainda o resultado, recomendo separar esse cálculo entre os desligados passivos e os desligados ativos. Ou seja, entre os que foram demitidos e os que pediram demissão.

Cálculo de desligados passivos

Para fazer o cálculo de turnover sobre os colaboradores que foram demitidos é só dividir o número de desligados passivos pela quantidade total de funcionários na empresa:

Nº de desligados passivos ÷ Nº total de Funcionários

Caso esse número seja alto, pode significar um gargalo no processo seletivo da empresa. Isso quer dizer que provavelmente a empresa está contratando pessoas sem fit cultural, ou que não atingem os níveis de performance esperados.

Cálculo de desligados ativos

Já no cálculo de turnover para as pessoas que pediram demissão, deve-se dividir o número de desligados ativos pelo número de funcionários total:

Nº de desligados ativos ÷ Nº total de Funcionários

Aqui, se esse KPI estiver alto, com certeza existe algum problema sério na retenção de talentos. Ou seja, o clima organizacional da empresa não está bom. Isso pode significar problemas de liderança, más condições de trabalho, salários baixos, ou algo do tipo.

Cálculo de turnover de admissão

Para avaliar somente a taxa de turnover dos funcionários recentes e analisar diretamente a qualidade do processo seletivo da empresa, é só dividir o número de colaboradores desligados com até 6 meses de contratação pela quantidade total de funcionários:

Nº de desligados em até 6 meses ÷ Nº total de Funcionários

Nesse caso, se a taxa for alta, pode significar um gargalo no processo seletivo da empresa também. Isso quer dizer que provavelmente não houve um bom alinhamento de expectativas na hora da contratação.

Esses cálculos podem ser feitos tanto com base mensal, quanto anual, ou com base no período que você queira avaliar.

Como melhorar a taxa de rotatividade?

Para saber como melhorar o turnover da empresa, primeiro é preciso entender o motivo da alta taxa de rotatividade.

Esses motivos podem ser internos ou externos. Como já disse anteriormente, os motivos internos podem estar relacionados às condições de trabalho, salário, clima organizacional, problemas de liderança, processo seletivo, etc.

Enquanto as causas externas estão relacionadas a fatores não controláveis pela empresa. Entre eles estão os problemas no mercado de trabalho em geral, como crises econômicas, oferta e demanda de profissionais, oportunidades do mercado, crises políticas, e outras causas nesse sentido.

Depois de identificar o motivo do turnover alto na sua empresa se baseando nos resultados que os cálculos te deram, caso seja por causas internas, basta agir para eliminar o problema.

Por exemplo, se o problema estiver no processo seletivo, refaça o planejamento desse processo para que a retenção de colaboradores seja maior. Já se o problema estiver relacionado com a baixa performance dos funcionários, que tal montar um programa de treinamento?

Da mesma forma, se o gargalo estiver no clima organizacional, busque soluções para melhorar o ambiente de trabalho. Para isso, entenda o que afeta a qualidade desse ambiente fazendo pesquisas com os próprios colaboradores.

Em suma, a melhor maneira de melhorar a taxa de turnover é entender o que está causando o problema, e depois “cortar o mal pela raíz”!